Vazou na web video caseiro moreninha boqueteira fazendo putaria do negao de congonhas – sp

7167 visualizações

1 min 27 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

7167 visualizações

1 min 27 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

Vazou na web video caseiro moreninha boqueteira fazendo putaria do negao de congonhas – sp

Vazou na web video caseiro moreninha boqueteira fazendo putaria do negao de congonhas – sp

Me disse eu quero é vou aproveitar todo dei risada e fomos para o privado, e resumo combinou de me pegar no aeroporto Congonhas porque ficaria mais perto para o caminho dela que iria com pernão de fora( eu tinha falado que adorava pernão bundão e peitão).

Ele adorava assistir a mulher dando e até hoje batia punheta vendo o vídeo feito por Aimé junto com Gabriel.

Ela faz faculdade e por isso sempre vai para os congressos e passa alguns dias acampada com os outros colegas de sala, nisso acontecem muitas putarias e eu sempre acompanho tudo, pois ela me manda msg no celular a cada 5 minutos rsrs. Quando vi a bucetinha moreninha dela fiquei com vontade de comer ela tambem. Depois que perguntei se doía ou não, ela disse que sim, mas que valia muito a pena, e pediu para que eu passasse a mão para sentir como ficava lisinho.

Era uma cadela de raça Boxer , com um toquinho de rabo, de um porte grande e forte, pelos curtos de cor alaranjado e branco, um animal dócil e muito atencioso.

Ela era desde cedo uma boqueteira de mão cheia.

-AAAAAHHHHHH O NEGÃO É TODO BOM TIA. Espero que tenham gostado deste conto. Chegando lá, o caseiro nos deixou sozinhos.

ME ESCORA NA PAREDE DE MADEIRA, ARREDA MEU BIQUINI PRO LADO, SE ABAIXA UM POUCO E ENCAIXA AQUELE FALO QUENTE EM MINHA XOTA JÁ TODA MOLHADINHA SÓ DE ANTEVER AQUELA SITUAÇÃO! ME SEGURA PELAS NÁDEGAS E VAI FAZENDO MOVIMENTOS DE ENTRA E SAI CADA VEZ MAIS RÁPIDOS ATÉ NOS LEVAR A UM GOZO FANTÁSTICO, QUE EXPLODE JUNTO COM TODOS OS PUDORES QUE NOS IMPEDIRAM DE REALIZAR ESSE DESEJO NO PASSADO! AS PERNAS ESTÃO TRÊMULAS E VAMOS NOS RECOBRANDO AOS POUCOS. Era de descendência brasileira, pele morena (café com leite), bonita, cabelo encaracolada e negro, elegante, com uma bunda saídinha e curvilínea tanto para fora como nos lados, pernas compridas mas grossas que estreitavam desde as coxas bem compostas até aos tornozelos delicados.