Sexo com esposa metendo forte

1 min 25 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

1 min 25 seg

Categoria:

Tag: , ,

Sexo com esposa metendo forte

Sexo com esposa metendo forte

Pedro assim como Sérgio, começou o vai-e-vem, metendo com intensidade.

"como relatei aqui pra vocês no primeiro conto, eu fodi minha chefe;-Depois de um banho maravilhoso conversamos um pouco e ela me elogiava muito dizia que jamais acha que eu iria faze ela se achar mulher de novo, eu também a elogiei bastante e fiz algumas caricias nela que logo despertou meu pau deixando ele durinho, ela falou que queria da pra mim mais uma vez eu apena a deitei na cama e já comei a chupa-la que delicia aquela buceta bem raspadinha pequenininha,lábia, enfiava um dedo depois enfiei dois ela gemia feita uma louca, depois diz um 6X9 ela mamando meu cacete e eu aproveitei pra dar umas dedadinha naquele cuzinho, ela não reclamou e eu pensei agora vou concretizar meu sonho vou comer esse cuzinho que parece que nunca foi fudido, mais uma vez a coloquei de quatro e comecei a bobar naquela buceta, dessa vez eu a xingava de vadia gostosa, putinha, safada, depois de muito xingamento e tapas naquele rabo, eu com o pau dentro dela fui no ouvido dela e falei sabe o que eu quero agora chefinha?-ela falou pede meu safado, hoje eu sou sua seu filha da puta, o que você, fala?-eu falei eu quero foder seu cuzinho quero ele pra mim!-ele falou come seu cachorro, eu adoro da ele, aquele corno do meu marido não gosta de foder ele…– eu sem pestanejar dei uma cuspida na entrada do cuzinho dela, e continuei metendo o pau na buceta dela, ela rebolava muito e gritava fode tarado, come sua chefinha come, eu sei que você sempre quis me comer, sua cara não nega, eu falei sempre mesmo, e dai tirei o pau da buceta dela e coloquei na entrada do cuzinho dela, ela se ajeitou melhor e foi se curvando pra traz, ela mesma fez questão de deixa o pau entrar devagar nela, e me perguntado se eu estava gostando eu apenas gemia e fala safada, cachorra, quando entrou tudo eu comecei a bombar forte, ela falou vai seu safado filha da puta eu vou goza vai, mete, come, vai, arregaça tudo, sentir ele tremer, foi quando ela falou gozei… dei mais uns tapas naquela bunda e socava forte já não aguentava mais e queria gozar dai não aquentei e acelerei as estocada quando apertei aquela bunda bem forte e explodi todo gozo dentro daquele cuzinho…foi maravilhoso comer minha chefe, não estou na mesma sessão que ela mas direto saímos pra almoça e dar umas trepada, já tem 4 meses que como ela e ela sempre maravilhosa, disse pra mim que ate o casamento dela melhorou depois que começamos a sair r o que mais admiro nela é que ela é do tipo de mulher que é uma dama na sociedade e uma verdadeira puta na cama!!!"Ela parou de exitar e voltou a ficar de 4 abrindo a bunda -Entao coloquei a rola novamente no seu cu e começei a ir e vir naquele cu novamente"Eu: vai devagar…Daniel: ok, só dessa vez"Marcela, Marlene e Marta, trancadas no seu cativeiro, presas com correntes à cama, há cinco dias, sem sofrerem novas agressões, davam graças ao Senhor, mas por outro lado, estavam sem se alimentar todo este tempo.

vínhamos fantasiando ela dando pra outro na minha frente à mais ou menos um ano e meio, até que um dia conhecemos um cara pela Internet chamado Paulo, propomos a ele, que topou de cara, conversamos por alguns dias ele enviou várias fotos suas e minha esposa já conversava livremente com ele por mensagens, a gente transava olhando as fotos do pau dele, minha esposa estava decidida a me fazer de corno com ele, um belo dia tiramos folga juntos e convidamos o Paulo pra ir até a nossa casa, marcamos às sete, e passamos a tarde toda preparando tudo, arrumando o quarto, a cama que seria usada por eles, ela depilou a buceta e tomou um banho muito demorado, estávamos muito nervosos, era a nossa primeira vez com outro, minha esposa estava usando apenas um vestido de alcinha e uma mini calcinha, estava uma delícia, ele mandou uma mensagem dizendo que já estava perto, de repente a campainha tocou e eu abri a porta, ele entrou, me cumprimentou e foi em direção a minha esposa enquanto eu fechei a porta, quando virei vi os dois de mãos dadas já entrando no quarto, fiquei louco de tesão , quando entrei no quarto eles já estavam se agarrando, sentei numa poltrona e fiquei assistindo e batendo uma punheta, ele passava a mão na bunda dela e foi subindo o vestido até ela ficar só de calcinha, ela me olhava e com um sorriso safado ela perguntava se eu estava gostando, eu dizia que estava adorando, e ela ficava me chamando de corno, que eu havia nascido pra ser corno manso, ela se ajoelhou, abriu a calça dele e começou mamar no pau dele, chupou por um tempo depois ela levantou veio na minha direção, me deu Beijo e foi pra cama com ele, ele a deitou tirou a calcinha começou chupar a buceta dela que gemia igual uma putinha, ele chupou ela toda, ela gemia e me chamava de corno, perguntava se eu estava gostando de ver ela dando a buceta pra outro, e eu respondí que estava adorando,"(P.