Safada Delícia Gosta De Dar Pra Dois Ao Mesmo Tempo Na Frente E Atrás – Tony Tigrão – Ed Júnior

Safada Delícia Gosta De Dar Pra Dois Ao Mesmo Tempo Na Frente E Atrás – Tony Tigrão – Ed Júnior

Safada Delícia Gosta De Dar Pra Dois Ao Mesmo Tempo Na Frente E Atrás – Tony Tigrão – Ed Júnior

Eu comecei a masturbar ele bem devagar e pude sentir como estava duro e era grosso aquele pau e de como ia ser delicioso ter ele dentro de mim; então ele pediu pra eu parar porque senão ele ia gozar e então baixou o banco do carro e veio pra cima de mim e enquanto me masturbava ele dizia “mas você já pode gozar… eu quero sentir você gozar bem gostoso” e eu só conseguia gemer e ele sussurrava no meu ouvido “que delicia você molhadinha” e não demorou muito eu gozei gostoso… então ele tirou o dedo de dentro de mim e colocou na minha boca e enquanto eu chupava ele dizia “sente que delicia seu gosto… agora deixa eu sentir também” e me beijou pra sentir meu gozo.

Depois,de inserir meu sogro(Milton) a sacanagem rolava a toda hora e nunca usávamos roupas,era um bando de machos pelados;quem queria foder fodia…Era foda na piscina,no banheiro,na cama,em pé…eu(Gérson)gostava de foder com Moacir tio do Djalma;o coroa me fodia como eu gostava;meu sogro era o único que nunca tinha experimentado dar a bunda e ainda estava virgem,mas ninguém tentou penetrar ele. FOMOS TODOS ATRÁS DELA ENTRAMOS NUMA AMPLA SUITE MUITO BEM DECORADA E COM UMA ENORME CAMA DE CASAL E MUITOS ESPELHOS ESPALHADOS POR TODAS AS PAREDES, LÁ ELA ODENOU QUE TODOS SE DESPISSEM O QUE NÃO DEMOROU POIS ESTAVAMOS EM TRAGE DE BANHO, QUANDO A ANINHA ARRIOU A CALCINHA DO BIKINE, EU VIBREI AO OLHAR AQUELA BUCETINHA PEQUENA E INCHADA, E LISINHA COMO UMA GARRAFA, SEUS SEIOS PEQUENOS E DURINHOS AGORA MAIS PELO TEZÃO DO MOMENTO.

– Mas tio, não há necessidade, o Júnior ta dormindo!– Veste agora e coloca a roupa que você ta vestindo e as suas outras roupas nessa mochila que vou levar comigo. A pele morena, as “bochechas” depiladas a cera com a lingueta de um grelo rosado e brilhante aparecendo com um indicador direito que apontava para o mesmo emaranhado num retângulo de pelos longos que até luziam, de tão sedosos.

Como fiquei excitado, eu não fiz nada, apenas fiquei ali no canto da parede desfrutando do que estava vendo, o sexo estava muito bom, minha mulher sentava com força no pau do rapaz que chamava ela de vagabunda safada e perguntava: “Você é o que minha?” Ela respondia: “Sua putinha”. Ficou bombando um bom tempo,até que ele me fez tirar a calcinha e ficar de lado.

O farde explicou a ela que já tínhamos um segredo e então assim ficava mais fácil ter outros segredos, ele se levantou e ficou bem na frente da feira.