Negão enche a casada de porra e o corno limpa a buceta na lingua

4113 visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

4113 visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , ,

Negão enche a casada de porra e o corno limpa a buceta na lingua

Negão enche a casada de porra e o corno limpa a buceta na lingua

Ela ia a loucura sentindo aquela língua dentro do seu rabo.

Imaginar ele batendo uma pensando na minha mãe, me deixou imediatamente de pau duro, aquilo me encheu de tesão, foi aí que tudo começou.

Ele tinha incentivado sua esposinha aquela situação e agora não podia parar aquele gigante, mesmo que quisesse!! É, parecia que ele ia levar chifres mesmo!! Lágrimas lhe vieram aos olhos! Bom, pelo menos cento e cinqüenta dólares lhe aliviaria a dor dos cornos! E também Gisele não sabia o que estava acontecendo com ela!-Vem cá…crioulo machudo!! Você me fez gozar como nunca!! Deixa agora eu retribuir…com minha boquinha!!Não, não era verdade!! Sua esposinha que apenas dias antes começara a lhe fazer boquete com perfeição de uma profissional, ia agora presentear aquele negão que ela mal conhecia!!-Meu deus! Ela deve tá inteiramente fora de si!!Não sabe o que está fazendo…Gisele ajoelha-se a beira da cama enquanto Ruddi também se ajeita ficando com as canelas fora da cama e Gisele entre suas pernas olhando extasiada a imensa tora de carne negra em suas mãos!!Gil também via a imensidão de rola que Ruddi possuía!! Mais um motivo pra se sentir profundamente humilhado! Gil pela primeira vez notava a exuberância das nádegas de sua mulherzinha e por um breve momento um brilho de felicidade passou em seus olhos quando ele imaginou que quando tudo terminasse ele iria possuir aquele cuzinho virgem da esposinha!!Porém ao ver os lábios de Gisele ovalarem-se ao se aproximarem da arroxeada bolota da glande de Ruddi, ele não conteve um soluço e as lágrimas!! Gil teve que morder a própria mão para não deixar seus chifradores escutá-lo. Patricia deixou roger no sofa e falou amiga vem e sua vez de novo e ficarao as duas de quatro no sofa e roger comecou a fuder minha esposa de novo e eu vendo ela naquela posicao fui pela frente dei um beijo nela e falei amor voce e uma puta mesmo ela assim sou mesmo so voce que nao sabia ate minha amiga sabia e roger deu uma risada e metendo forte nela ela baixou a cabeca e gozou e patricia disse desculpa amigo voce e um corno apartir de hoje e roger falou concordo com isso ai tirou o pau da buceta da minha gata e deu pra elas chupar e falou vem ca suas putinhas que vou gosar e as duas chupando e ele falou vem ca puxou a cabeca da minha esposa e gozou bem na boca dela e deu pra patricia chupar e limpar tudo minha esposa com a boca cheia de porra do roger falou amor olha isso e engoliu tudo e ainda voltou e chupou roger de novo.

Quando o filme estava acabando eu levantei do sofá, com o pau visivelmente estufado no short e disse que agora era minha vez de escolher o filme, eu coloquei um filme de ménage e começamos a assistir novamente, Patrícia soltou a mão de minha esposa e se reclinou no sofá, ficando meio que de frente pra nós, ela ficou com os joelhos dobrados e as pernas abertas e dava pra ver sua calcinha branca por baixo do baby doll que ela usava, o filme que eu coloquei não tinha muita cena de história e já começou com um cara e duas mulheres se pegando e tirando a roupa, minha esposa logo pos a mão na perna de Patrícia e pôs a outra mão em minha coxa, e com o dedo mindinho ela começou a alisar meu pau por cima da bermuda, eu não agüentei mais e coloquei a mão dela dentro de minha bermuda e ela apertou meu pau com força, mas não dava pra fazer movimentos dentro da bermuda, eu então resolvi tirar a bermuda e fiquei só de cueca, tirei meu pau pra fora da cueca e segurando a mão dela comecei a me masturbar, minha esposa então começou a me masturbar e a olhar o filme, sem olhar pra Patrícia, eu olhei pra ela e vi que ela estava olhando pra cena de minha esposa me masturbando e agora era ela que estava acariciando a boceta, passando os dedos por dentro do baby doll e por cima de sua calcinha, falei pra minha esposa se ela não queria fazer igual ao filme, pra Patrícia ver, ela me olhou com um sorriso safado e deitou de lado, virada pra patrícia e começou a chupar meu pau bem devagar, ela tirou o shortinho e enfiou a mão dentro da calcinha, e enquanto me chupava ficava esfregando os dedos na boceta, Patrícia estava enlouquecendo de tesão com aquela cena e começou a enfiar um dedo dentro da boceta enquanto nos assistia, qnd vi que iria gozar com aquela cena afastei a cabeça de minha esposa e falei pra ela que Patrícia também queria que ela fisesse igual ao filme, minha esposa chegou perto de Patrícia e lhe deu um beijo na boca, enquanto a beijava ela tirou o baby doll de Patrícia, deixando ela só de calcinha branca de rendinha, minha esposa então deitou patrícia no sofá e começou a lamber sua boceta por cima da calcinha, depois puxou a calcinha de lado e meteu a língua em seu clitóris, Patrícia começou a gemer cada vez mais forte e a apertar a cara de minha esposa contra sua boceta e em instantes acabou gozando e ficou acariciando os cabelos de minha esposa entre suas pernas, minha esposa então virou pra mim e disse, vem aqui brincar também amor, é sua vez de fazer ela gozar, minha esposa deitou do lado de Patrícia e eu fui pro meio de suas pernas, eu tirei sua calcinha e fiquei louco com aquela visão, Patrícia tinha um bocetinha rosada bem inchada e carnuda, com pelinhos pequenos e claros, eu comecei a chupar a boceta dela na hora e era bem cheirosa, com um gosto delicioso, minha esposa então mandou patrícia ficar de lado e disse que queria ver eu comendo aquela boceta de ladinho, pra ela ver meu pau entrar por trás de Patrícia, eu deitei de lado e com a mão ajeitei meu pau em sua boceta, e fui enfiando bem devagar pra minha esposa ver, enquanto isso minha esposa se masturbava e chupava os peitos macios de Patrícia, hora ela chupava um, hora o outro, hora ela enfiava a língua na boca de Patrícia, que começou a apertar um seio com força e depois abriu bem a perna e pediu pra eu ir mais rápido, minha esposa pegou a mão de patrícia e pôs em sua boceta, mandando ela a masturba-se, eu aumentei o ritmo das estocadas e não consegui me segurar, gozei dentro de sua boceta e sobre seu ventre, ela ficou se contorcendo de depois foi se acalmando, minha esposa então falou pra eu ir pro lado e entrou entre as pernas de patrícia e começou a chupar sua boceta novamente, limpando toda a porra que eu havia jogado ali…quando Patrícia estava limpinha novamente minha esposa disse que tinha uma surpresa e saiu do sofá, eu e Patrícia ficamos nos beijando e acariciando um ao outro, e minha esposa voltou com uma cinta que ela comprou pra usar em mim, ela virou pra Patrícia e disse que agora era a vez dela se o macho evoltou novamente pro sofá, mina esposa pediu pra que eu sentasse onde o sofá faz o L e abrisse bem as pernas, depois pediu que Patrícia ficasse de 4 entre minha pernas e começasse a me chupar, então, enquanto Patrícia tentava fazer meu pau crescer novamente em sua boca, minha esposa empinou bem a Bunda de Patrícia pra cima e começou e esfregar o penis de borracha em sua boceta, Patrícia começou a rebolar e a sugar meu pau com mais vontade e minha esposa foi enfiando o consolo cada vez mais fundo, até o final, depois começou a socar bem devagar e a dar tapinhas em sua bunda branca, meu pau já estava novamente duro como pedra e patrícia chupava e me olhava com cara de puta por trás de seus óculos, enquanto minha mulher socava cada vez mais forte em sua boceta, ela já não conseguia mais me chupar de tanto tesão que estava sentindo, então comecei a esfregar o pau em sua cara e a me masturbar, Patrícia começou a gritar pra minha esposa ir mais rápido e aquilo fez com que eu não me segurasse novamente e quando vi que ia gozar, peguei o pau e enfiei Na boca de Patrícia, ela sentiu o sêmen em sua boca e deixou que escorresse pelo meu pau, me olhando com cara de puta enquanto minha esposa continuava bombando cada vez mais rápido em sua boceta e chamando ela de sua putinha, até que Patrícia empinou bem a bunda e depois arriou no sofá exausta. e fiquei cheirando, inspirando o cheiro da sua buceta… ela se virou pra mim e disse… – Agora que terminou, você pode devolver minha calcinha? sem raciocinar direito, continuei cheirando a calcinha.

DEU UM URRO E COMEÇOU A JORRAR PORRA NAS ENTRANHAS DO MENINO, SEGUROU-O FORTE PELA CINTURA, TIRAVA RÁPIDO E COM MAIS RAPIDEZ AINDA ENTERRAVA O MASTRO NAQUELE CUZINHO MACIO E QUENTE, ENCHEU-O DE PORRA QUENTE E DEPOIS CAIU POR CIMA DO GAROTO E ASSIM FICARAM UM BOM TEMPO.

"Olá tenho 16 anos e não irei citar nomes aqNo dia 5/02/2016 fui para casa da minha tia, ela é casada e tem 27 anos, ela é loira, gostosa mas um pouco gordinha, ela sempre dava sinal que queria algo, sentava no meu colo, saia do quarto só de calcinha e sutiã, um dia estava ajudando ela, e ela ia subir em uma escada(ela estava só de vestido) aí ela subiu e eu olhei por baixo do vestido, não aguentei ela tem uma bunda muito boa, quando olhei vi que ela tava sem calcinha, e eu fiquei olhando e ela se virou, e me perguntou se eu tinha gostado, olhei pra ela e pergunte “gostado do que?” Ela respondeu ” de eu estar sem calcinha pra você ver”, nisso olhei pra ela e falei que tavá uma delícia e coloquei a mão na Bunda dela, daí ela desceu da escada e pegou no pau, nisso eu beijei ela, e comecei passar a mão naquela buceta gostosa e raspadinha, ela abriu meu calção se abaixo e começou me chupá, enfia o pau inteiro na boca, daí ela levantou tirei o vertido dela e chupei os peitos dela, joguei ela na cama e comecei meter bem gostoso ela gemendo e pedindo mais, peguei ela de quatro e comi o cuzinho dela, eu tava quase gozando pois era virgem, pedi para ela ficar de joelhos e gozei na cara dela, ela não olhou com aquela cara de puta, lamber a boca no foi no banheiroNisso ela me chamou pra tomar banHo, lá no banheiro eu chupei ela até ela gozarEssa foi a minha primeira vez espero que tenham gostado.