Japonesa submissa engole porra do seu macho e deixa filmar

1 min 40 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

1 min 40 seg

Categoria:

Tag:

Japonesa submissa engole porra do seu macho e deixa filmar

Japonesa submissa engole porra do seu macho e deixa filmar

– Cospe não, engole o leite do teu macho! – e ficou segurando minha boca até eu engolir.

Aquela língua macia e molhada! Passando em minha glande bem devagar, a molhando com a sua saliva e passando os lábios molhados por ela, eu não me segurei e gemi! Gemi fino! Gemi como uma putinha no cio gemeria para o seu macho!Segurei os cabelos do Ayan e tive espasmos, suspirei forte, só dele passar a língua no meu pau eu senti como se fosse gozar! Então comecei a rebolar, gemendo cada vez mais alto, sentindo a boca quente daquele macho molhando o meu pau.

Dali a pouco ela fira o pau de Carlos do seu rabo e pede:– Vem todos vocês, agora eu quero porra na minha carinha.

Essa foi minha deixa para voltar cuidadosamente para casa. ADALBERTO CONTINUOU SOCANDO O PAU NO GAROTO, VIAMOS SAIR QUASE ATÉ A CABEÇA E DEPOIS DESAPARECER NOVAMENTE, O GAROTO GEMIA E PEDIA PAU, ANINHA ME PERGUNTOU BAIXINHO, COMO PODE AGUENTAR ESSA PICA E PARECE QUE QUER MAIS, NUNCA IMAGINEI UMA CENA DESTAS, NEM EU DISSE-LHE MAS VAMOS GOZAR ESTE MOMENTO, A JAPONESA AGORA GEMIA ALTO DE OLHINHOS GRUDADOS NO CUZINHO QUE RECEBIA AQUELE POSTE.

– Seu marido falou que não precisamos ser bonzinhos com você, que você adora ser submissa….

…meu cuzinho já estava todo melado com a baba dele e aquela língua não parava de invadir meu rabo, até que senti uma pressão enorme e uma dor que nunca tinha sentido antes, não sabia o que era então tentei me virar pra ver e ele não deixou, continuou forçando e meu cu tava rasgando literalmente até que levei a minha mão para ver o que era e sabe o que eu peguei na entrada do meu cu? Peguei o punho dele, pq a mão tava toda dentro do meu rabo e ele forçando, delirei de tesao quando senti aquilo que a dor passou, comecei a rebolar na mão dele e meu pai começou a balançar, logo saiu muita baba dele e como eu tava de bruços no carro eu pude ver escorrendo aquele semen do meu pai, não cheguei a gozar mas tava quase, então ele tirou a mão de dentro e começou a bater na minha bunda, me chamar de gostoso, de cadelinha, de safado, me mordeu nas costas e orelha e meteu sem camisinha mesmo, com força e tesão, estava tomado pelo prazer, arranhava minhas costas, passava a mão, apertava minha bunda e eu pra provocar empinava bem e forçava contra o pau dele, ele gemia e uivava de tesão até que disse que ia gozar e perguntou onde eu queria, então eu pedi na boca, ele tirou de dentro e antes de eu começar a chupar peguei meu celular e liguei o flash pois estava noite e coloquei filmar e alcancei pra ele enquanto comecei a chupar aquele pau gostoso, lambi as bolas e passei a língua no cuzinho, ele gritou e disse que ia gozar, então eu chupei com vontade enquanto ele me filmava, jorrou porra na minha garganta que cheguei engasgar, tirei da boca e deixei derramar aquele leite grosso e cheiroso na minha barba e cara enquanto eu olhava pro celular com cara de safado, bati o pau na minha cara ate sair tudinho, muita porra, entrou ate no meu nariz.