Esposa Novinha Gostosa Cavalgando Na Rola Do Marido

Esposa Novinha Gostosa Cavalgando Na Rola Do Marido

Esposa Novinha Gostosa Cavalgando Na Rola Do Marido

E, claro, a “aula extra e particular” terminou com ela o cavalgando, ali mesmo no Studio.

Subiu a escada sem calcinha, só com um bustiê.

Eu estava com a buceta babada de tão excitada. Eu não entendi o que eu havia dito de tão ruim.

Conforme me aproximava da porta do apartamento, minha tranquilidade ia se transformando em um nervosismo que beirava um ataque de pânico. Um dia, rolando um clima já no corredor, passa a novinha do nosso lado enfurecida. nossa que metida gostosa foi aquela….

Se você for compreensivo nessa parte, pode ter certeza que é o cara certo para me aquecer nas tardes e noites que meu marido trabalha. – Não estou convidando para beber com os estudantes, professor. MAL ELE SAI E LEVO O MAIOR SUSTO COM MEU MARIDO CHEGANDO DO MEU LADO…ME OLHA APAIXONADO E DIZ QUE DEVO TER REALIZADO UMA FANTASIA DA JUVENTUDE…ME ABRAÇA, ME BEIJA, VAI SE AJOELHANDO À MINHA FRENTE E COMEÇA A LAMBER A PORRA QUE ESCORRE PELAS MINHAS COXAS…EM SEGUIDA AFASTA MEU BIQUINI, PASSA A LÍNGUA SOBRE O MEU GRELINHO ESPALHANDO A PORRA QUE GUARDAVA NA BOCA…SENSAÇÕES DELICIOSAS PERPASSAM PELO MEU CORPO INTEIRO E O TESÃO ME INVADE COMO UM ROJÃO E ME LEVA ÀS ALTURAS DE TANTO PRAZER QUE RECEBO DAQUELA LÍNGUA MARAVILHOSA, QUE ATÉ HOJE CONTINUA A ME ENCANTAR…"vou gozarr renataaaa- ela sem tirar a boca deixou a os labios em cima da cabeça passando a lingua emvolta da mesma e entao gozei tudo que havia segurado –"Uma das pessoas que Meg conheceu quase por acaso foi o Orlando.

Nesse momento tive a certeza de que ele me desejava mais do que eu imaginava, logo depois saímos do banheiro e depois disso toda vez que nos esbarravamos pela casa ele aproveitava a oportunidade e me agarrava, me beijava ou passava a mão em mim e me instigava ainda mais…Almoçamos, conversamos e quando íamos para o quarto Sr AS pediu pra que interagissemos na sala, pedi ao meu marido e ele liberou.

Vendo que Adriana estava rebolando na minha boca, eu comecei a sugar seu grelinho e enfiei um dedo na sua bucetinha para fazê-la gozar, quanto mais ela se contorcia, com mais vontade eu chupava.

Depois de alguns minutos esfregando nossas bucetinhas, ela anunciou que eu ia gozar, e eu fui juntinho com ela, misturando nossos melzinhos.

Colocamos as malas no roupeiro e eu e minha esposa nos acomodamos na cama de casal e nosso amigo em uma das camas de solteiro, bem embaixo do ar condicionado.