Casada novinha chorando no pau grosso

5961 visualizações

1 min 2 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

5961 visualizações

1 min 2 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Casada novinha chorando no pau grosso

Casada novinha chorando no pau grosso

E o que amo nisso tudo é fazer o meu corninho excitado, na verdade o que gosto nisso tudo é saber que os machos com quem transo ficam doidos, principalmente sabendo que sou casada, parece que isso é afrodisíaco para vocês. Começamos á sentir os nossos corpos ralando um no outro. Entrei na sala com o coração disparado e com a boceta piscando de tesão e quando eu estava passando por cima do seu rosto, com as pernas abertas, uma força do outro mundo, puxou o meu corpo para baixo, me fazendo sentar com a boceta na sua boca, na hora eu senti a sua língua, invadindo a minha bucetinha, aquela coisa quente e molhada, entrava na boceta e lambia o meu clitóris, meu tesão foi aumentando, eu comecei a rebolar, abri a sua bermuda e tirei o seu pau pra fora, era um pau maravilhoso, grosso bonito e gostoso, soquei na boca e comecei a chupar, com aquele pau gostoso na boca e aquela língua dentro da minha boceta, não teve como segurar aquele intenso tesão, gemendo e rebolando, dei uma bela duma gozada, em sua língua quente e deliciosa. Sentada no sofá,arreganhei as pernas e fiquei de frente pra ele,a buceta inteira à mostra.

E eis que surgiu a vontade de ir, meu aniversário é no início do ano e eu estava completando 18 anos, então comecei a implorar para a minha Mãe falar com meu tio para eu ir nesse verão.

o caminho da porta eu sei. Pena que foi só um pouquinho, ele tirou e disse que o serviço completo só seria da próxima vez que nos encontrassemos. fui e me aliviei, estava tremendo e chorando, esvaziei tudo que tinha dentro de mim. so sentia a sua porra quente dentro e eu molhada e começo mais um dia exitante que contarei depois…"Tomei a ducha e fui comer, tirei uma soneca e voltei para o trabalho, que me fazia suar direto, e volta e meia eu ia até seu quintal jogar uma água, por volta das 16h, eu estava muito quebrado e fiquei por um tempo deixando a água descer sobre mim, como não tinha mais ninguém na vila, eu passei o sabonete no corpo e baixei a sunga para lavar o saco e o rego, pois tinha notado que seu Luiz também não estava, tirei toda a sunga e aproveitei para lava-la, estava todo ensaboado e não notei que o seu Luiz estava debruçado no portão me admirando, quando enxaguei o rosto ouvi ele dizer que eu tinha uma bunda bem gostosa, retruquei perguntando colo ele poderia saber? Seu Luiz então disse que na sua idade ele já tinha experiência suficiente para saber só de olhar e riu.

Chupava com muito mais vontade do que jeito, mas ainda assim era delicioso o boquete daquela novinha tarada.