Caiu na net o video amigas muito mas muito gostosa berrando no sexo anal para o patrão de campo grande – ms

4438 visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , ,

4438 visualizações

2 min

Categoria:

Tag: , , ,

Caiu na net o video amigas muito mas muito gostosa berrando no sexo anal para o patrão de campo grande – ms

Caiu na net o video amigas muito mas muito gostosa berrando no sexo anal para o patrão de campo grande – ms

Senti-me confiante e ele foi logo passando o creme e enfiando com seu dedo cuzinho a dentro, colocou a camisinha só até um pouco mais da metade do pau de tão grande e começou a roçar na portinha, confesso que meu pau amoleceu na hora de medo, ai meso que eu tava parecendo uma bichinha, coma bundinha empinadinha, meu pau ficou mole e pequeno e ele entrando devagarzinho, me rasgando com carinho e me beijando meu pescoço e orelha e perguntado se eu tava gostando, que ele seria bem carinhoso, sussurrando coisas no meu ouvido e me tranqüilizando, ai foi entrando e ele me puxando cada vez mais contra ele, tava ardendo e eu suando mesmo com o ar-condicionado ligado, até que ele perguntou se eu queria que ele parasse e que iria entender, fiquei de certa forma com dó dele ter sido tão carinhoso e eu estragaria tudo se pedisse para ele parar, então virei pra ele, ele aproveitou e me roubou um selinho e eu disse pra ele continuar que queria sentir ele gozar muito dentro de mim, ele ficou muito feliz e foi metendo mais e mais, ai ele perguntou mais umas vez e eu com muita dor gritei com ele – Mete… mete tudo meu macho gostoooooooso, me arromba, come essa puta que vai ser só suaaaa, aie ele criou coragem e mandou ver, enterrou de vez tudo que tinha direito, me senti desfalecer mas eu tinha mandado, agüentei no osso, e senti ele entrando e saindo e foi de uma forma tão gostoza que logo ele tava acelerando e cavalgando em cima de mim, me puxando com força contra seu pau enterrando tudo de vez, meu pau voltou a endurecer e só sei que depois de uns 5 minutos nesse torpor ele urrou forte e parecia que seu pau tava inchando mais ainda dentro de mim até deu um urro alto e gozou e socava a cada golfada ele socava mais uma vez fundo no meu cuzinho batendo seus bagos nos meus, eu gozei como nunca tinha gozado antes, parecia que ia ter um ataque de tanto que gozei com aquela macho encima de mim colado que parecia que não queria mais me soltar. Verdade padrão eu tenho que da um jeito é no Gabriel que é virgem ate hoje patrão, levar ele num puteiro talvez… rimos junto. Tira enfiia no rabo, me contraio, grande me contorço toda e ele segue metendo. De inicio mãiiinha apenas gemia e arfava mas depois que atingiu pela primeira vez o gozo debaixo daqueles cinco, começou berrando que nem louca.

Encaminhei cuidadosamente o assunto na direção que me favorecesse e logo estávamos apreciando vídeos de cunho profundamente pornográfico. Contei pro meu marido que ia estudar com umas amigas. Nos convidou, no mês seguinte, para irmos passar um fim de semana numa casa de campo dele, perto do Lago de Furnas. Não resistia à sua bunda, olhando sem muita visão, de lado e então puxei-a sem tirar o pau, colocando a de quatro e então ela ficou louca de tesão e disse: “Vem meu garanhão, monta sua eguinha, fode meu cuzinho, fode, fode” e soltava gritinhos de “aiiiii, que pica dura, que gostoso um pauzão no rabo, que delícia dar o cuzinho”, eu admirava a cena dela de quatro com meu pau entrando e saindo de sua cuzinho, a marquinha de biquíni parecia uma pequena setinha indicando o caminho da felicidade, eu apertava sua bunda dura e metia em seu rabinho, segurei ela pela cinturinha fina e encaixei-a em minha virilha, com o pau estocado até o fim em seu cuzinho, metia e sentia meu saco batendo em sua buceta, paralisei por uns segundos e iniciei movimentos de vai e vem como seu corpo, fazendo com que seu cuzinho deslizasse por toda a extensão do meu cacete e ela então começou a alisar a xoxotinha, tocando uma siririca gostosa, enfiava o dedo em sua buceta e apertava o clitóris, eu a levava pra frente e pra trás, pequenina e encaixada em meu pauzão pelo rabinho. Sempre que íamos ao banheiro mijar eu olhava o pau dele e me sentia humilhado pois ele era muito maior que o meu.