Caiu Na Net Mais Um Video Amador Amiga Vadia Da Faculdade Super Boqueteira Super Boquete Para Maridão Tarado – Porto Alegre

46 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

46 seg

Categoria:

Tag:

Caiu Na Net Mais Um Video Amador Amiga Vadia Da Faculdade Super Boqueteira Super Boquete Para Maridão Tarado – Porto Alegre

Caiu Na Net Mais Um Video Amador Amiga Vadia Da Faculdade Super Boqueteira Super Boquete Para Maridão Tarado – Porto Alegre

Doida por sexo, mas reprimida, ficava louca escutando as histórias que minhas amigas me contavam, das loucuras que já tinham feito.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Ela faz faculdade e por isso sempre vai para os congressos e passa alguns dias acampada com os outros colegas de sala, nisso acontecem muitas putarias e eu sempre acompanho tudo, pois ela me manda msg no celular a cada 5 minutos rsrs.

-Vou te comer todos os dias,até quando você estiver com a barriga quase na boca de tão grande…Não vou dar descanso pra essa bucetinha e nem pra esse cuzinho…"Meu pequeno pau começou a ficar duro enquanto o dele invadia meu rabo que já estava ardendo.

Fiz o que ele me pedira, tratei o cliente super bem, ele era muito simpático e alegre e rnaté parecia que já nos conhecíamos de longa data.

Nunca imaginei, mas minha mãe, que aparentava ser uma santa, era na verdade, uma boqueteira profissional. Vc podia participar uma hora, é super liberal, vc pode fazer o que vc quiser, acho que com essa habilidade e esse desejo por dilatação vai fazer sucesso, não é muito comum quem goste de uma atividade anal mais pesada, mais intensa.

Como ela não se importou que eu a visse pelada, tirei me short e ela quando viu meu piru durão falou:Este conto é ficção, mas se alguém ler e gostar, por favor, vote nele, e se alguém quiser enviar comentários ou trocar idéias é só me mandar um e-mai.

Só via o maridão, que tinha dado a volta e entrado pela porta do motorista tirando fotos. Ele não tem vídeo nem um. Montei nele sem tirar a mão do seu cú e comecei a cavalgar, com uma mão apoiada na cama pra trás e ficamos assim até que ele estava muito relaxado, comecei a movimentar os dedos pra dentro e pra fora, então toquei a parte superior do seu rabo que se encontra a próstata e ele deu um urro de prazer e começou a gozar em mim sem parar, aquele jorro quente em mim, me fazia massagear cada vez mais o seu cú até que chegou uma hora que a porra acabou e eu parei.

Depois de uns dez minutos de boquete, mandei ela parar.

rnAs loucuras de meu querido sogro tarado estavam igualmente me transformando em uma ninfomaníaca completamente sem juízo.