Brasileira amadora novinha tarada boquete babado da putinha com garoto do rj

6099 visualizações

3 min

Categoria:

Tag: ,

6099 visualizações

3 min

Categoria:

Tag: ,

Brasileira amadora novinha tarada boquete babado da putinha com garoto do rj

Brasileira amadora novinha tarada boquete babado da putinha com garoto do rj

"Eu sou a Vera e sou filha de japoneses, tenho os olhos puxados, uma pele linda e um corpo maravilhoso, sempre fui muito assediada e já recebi varias cantadas de amigos e até de parentes, eu sei que o que mais chama a atenção dos homens é a minha bunda, que é bem redondinha e arrebitada, todos dizem que sou muito gostosa, eu já tive vários namorados e hoje eu sou casada, com um rapaz bem novinho de apenas vinte e um anos, eu também sou muito novinha, mas apesar dele ser um homem novinho, ele é muito inexperiente em relação a sexo.

O Bruno parou de me fuder, e chupou meu cuzinho, quando ele estava todo babado ele botou aquele pau enorme pra dentro e eu gritava loucamente.

Eu fiz isso e comecei a chupar a rola preta, grabde, grossa e peluda dele (eu chupava pelo dele, mas n me importava pq era muito bom e eu era a putinha dele).

Era impossível resistir, que boquete amigos!"Ela- Uhummmm, mete na minha bunda mais rapido, eu quero mais rapidoEla – isso assimm ME lambee"Dei uma risadinha e continuei a chuparDaniel começa a gemer e me dizer que iria encher a minha boca de porra""Em vários momentos durante nossa trepada eu notei que ela passava o dedinho no meu cú, não chegava a enfiar mas ficava alisando e as vezes passando a língua, como o clima estava bom eu fui deixando.

Na verdade, por mais tarada que ela fosse, ele próprio se surpreendera com a atitude liberal da sua namorada. Foi uma chupada por completa, mas teve algo diferente aquela noite, ela chupou minhas bolinhas e também meu cuzinho, deixando ele bem molhado, e ficou passando o dedo na portinha como se quisesse enfiar o dedo. Tenho 36 anos, e o meu gatinho de apenas 19, sou casada mas meu marido esta para o Japão a 03 anos, a trabalho (Sou Brasileira).

Eu tinha 10 anos e gostava muito de jogar bola com meus amigos depois da escola e nos finais de semana, tinha garotos de várias idades no grupo. Tinha intensão de deixar o clima esquentar mais entre os dois e ver o que Mauro faria diante da inusitada situação.