Eu dando meu cuzão pro meu safado - 2 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

55 visualizações

vote:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

…meu cuzinho já estava todo melado com a baba dele e aquela língua não parava de invadir meu rabo, até que senti uma pressão enorme e uma dor que nunca tinha sentido antes, não sabia o que era então tentei me virar pra ver e ele não deixou, continuou forçando e meu cu tava rasgando literalmente até que levei a minha mão para ver o que era e sabe o que eu peguei na entrada do meu cu? Peguei o punho dele, pq a mão tava toda dentro do meu rabo e ele forçando, delirei de tesao quando senti aquilo que a dor passou, comecei a rebolar na mão dele e meu pai começou a balançar, logo saiu muita baba dele e como eu tava de bruços no carro eu pude ver escorrendo aquele semen do meu pai, não cheguei a gozar mas tava quase, então ele tirou a mão de dentro e começou a bater na minha bunda, me chamar de gostoso, de cadelinha, de safado, me mordeu nas costas e orelha e meteu sem camisinha mesmo, com força e tesão, estava tomado pelo prazer, arranhava minhas costas, passava a mão, apertava minha bunda e eu pra provocar empinava bem e forçava contra o pau dele, ele gemia e uivava de tesão até que disse que ia gozar e perguntou onde eu queria, então eu pedi na boca, ele tirou de dentro e antes de eu começar a chupar peguei meu celular e liguei o flash pois estava noite e coloquei filmar e alcancei pra ele enquanto comecei a chupar aquele pau gostoso, lambi as bolas e passei a língua no cuzinho, ele gritou e disse que ia gozar, então eu chupei com vontade enquanto ele me filmava, jorrou porra na minha garganta que cheguei engasgar, tirei da boca e deixei derramar aquele leite grosso e cheiroso na minha barba e cara enquanto eu olhava pro celular com cara de safado, bati o pau na minha cara ate sair tudinho, muita porra, entrou ate no meu nariz.

Quando estava sozinho com ela em casa eu a chamei para minha sala, no começo eu fiquei pelado é como sempre fiz ela passar a língua bem botãozinho no meu pau e na minhas bolas, me deixando muito excitado, enquanto ela fazia isso eu ia acariciando ela louquinho para foder aquela buceta gostosa que eu tanto cuidei e limpei tantas vezes, pois é, quando eu já estava morrendo de tesão eu a peguei e fui dando beijinhos nela para agradar até colocar ela empinadinha pra mim no sofá, ela me olhava como se quisesse dizer “finalmente você vai me comer gostoso né papai?” Ela piscava o cuzinho e mexia a bucetinha de um jeito excitante para mim, foi ai que eu a masturbeu e comecei abrir caminho com meus dedos para que depois eu pudesse colocar meu pau bem fundo, ela me olhava de um jeitinho lindo e era perceptivo que ela estava amando aquilo é estava extremamente excitada também assim como eu, bom eu fui colocando meu pau de vagarinho nela até conseguir meter tudo, eu segurava o quadril dela pra que pudesse terminar de colocar foi tão gostoso a primeira entrada pq ela estava quentinha e sim já estava molhadinha quase gozando, eu comecei fazer os movimentos de vai e vem metendo bem gostoso e cada vez mais fundo e com força, estava um tesão louco comer minha Dálmata de 4 e meu Pinto deslizava lisinho na buceta dela como se eu tivesse passado lubrificante, mas não, o único lubrificante era o gozo dela, bom eu continuei metendo até que resolvi fazer Éka deitar de ladinho comigo, bom a palavra “fazer” é um pouco forte pq eu fui virando e ela foi virando junto como se quisesse que eu a comece de ladinho, foi ai que eu comecei a caríciar de novo sem parar de meter, fui dando beijinhos nela e a deixando bem relaxada, estava muito gostoso e eu já tinha perdido a noção do tempo mas nada mais importava pq o prazer estava demais, eu comecei a colocar e tirar meu Pinto de dentro da buceta dela até que eu resolvi comer também o cu dela, eu fui metendo e metendo e metendo com tanta vontade que estava a ponto de gozar já, mas como meu fetiche ainda não tinha acabado e minha vontade era poder gozar dentro dela, eu já estava quente, suando e delirando de prazer, eu continuei com o ato até não aguentar mais e gozar bem gostoso naquele cuzinho maravilhoso, após isso eu fui tirando meu pau de vagar e pode ver aquela goza maravilhosa no vizinho dela, eu sorri e olhei pra ela fazendo carrinhos e ela me olhava como se quisesse me agradecer, logo após ela passou a língua novamente no meu pau e só depois fui lamber a própria buceta e seu cu (típico de cachorro mesmo). Bem continuamos dançando ele com a minha calcinha na mão, falou baixinho; vem rebolar vem safada, eu louca p sentir aquela pica grossa na buceta, fui dançando me esfregando nele, sentir a pica já dura e falei, amor quer fuder bem gostoso nessa sua pica, me come amor? ele respondeu, vou te fuder bem gostoso minha putinha, eu rebolando a bunda no seu pau, e minha buceta já escorrendo meu líquido, com a beceta toda encharcada, ele me levou p um canto na boate e abriu o zíper da bermuda e falou; olha sua puta como vc me deixa,eu louca p sentir( nunca tive tanta vontade em dá p ele)vem amor mete gostoso nessa buceta que é toda sua, ele encostou mais em mim,levantou um pouco minha perna e meteu tudo de uma vez, eu dei um gritinho e ele me beijou para abafar o som,eu sentindo aquele pau grosso q eu tanto gosto entrar rasgando em mim, ele falando no meu ouvido, rebola sua puta vai, eu rebolando gostoso, levada pelo ritmo q estava tocando, ele me encostou na parede e começou a meter forte e falando vou encher vc de porra,sua putinha,não é pica q vc quer então toma, e eu, ai amor que delícia de pica vc tem, ele qdo chegar em casa vc vai dá esse cuzinh p mim vai( nisso ele meteu um dedo no meu cu,e eu me arrepiei toda) e ele falou vc gosta né safada de dá esse cuzão p mim né, eu; adoro amor, em casa vc promete meter bem devagar p n me machucar,pois sua pica já machuca minha bucetinha, depois q falei isso ele começou a meter mais forte e falar vou gozar minha puta; ham,ham, me deu um beijo bem gortoso e eu sentindo sua pica pulsar dentro de mim, nos beijamos mais p acalmar os ânimos e voltamos para curtir o camarote.

Ver Informações