Caiu na net video amador magrinha apertadinha gozando para amigo bem gostoso de josé bonifácio – sp - 54 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , , ,

806 visualizações

vote:

Era morena, baixinha de cabelos cacheados até a altura dos ombros, magrinha peituda, uma graça.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Entendendo o que ela queria, dei tapas fortes na sua bunda , puxei -a pelos cabelos ,até ela gemer de dor e passei a rasgar e a dilacerar sua buceta quentinha, apertadinha e molhada , com meu pau duro.

Questionei sobre sua mulher, ele falou que ela não iria saber, e que estavamos indo como amigos, ou como Colegas de Trabalho. ola sou joao carlos tenho 42 anos casado ha 20 anos com uma mulher conservadora nunca tivemos lua de mel entam com os filhos criados resolvemos sair de viagem para uma chacara no interior de sao paulo saimos na sexta feira a noite e chegamos de manha cansados o caseiro e sua esposa nos receberam bem eram um casal de mais ou menos 50 anos a esposa era mais nova uns 40 anos logo ela se enturmou com a minha mulher eu e o sr antonio o caseiro nao somos de muita conversa tambem ficamos bem eu sai com minha esposa a cavalo pelo mato fomos ate uma cachoeira comecei a beijar ela logo estava transando eu sempre tive tesao por ela mais aquele lugar me deixou com mais esquecemos do tempo e veio o sr antonio ver oque aconteceu quase vio a gente sem roupa fomos para a casa dormimos um pouco a noite resolvemos sar e ir ate a casa do caseiro ja que nao tinha ninquem conhecido por perto ao chegar la eles estavam transando com a porta aberta o sr antonio estava comendo o cuzinho da esposa ficamos olhando um pouco e voltamos pra casa minha mulher es tava molhadinha e eu de pau duro comi ela na varanda tentei comer o cu dela mais nao deixou disse que tinha medo de doer nao insisti e dormimos de manha a esposa do caseiro veio buscar minha esposa para nadar no lago eu fiquei descansando depois fui tambem escutei uns gritos e me abaixei e vi minha mulher de quatro e seu antonio comendo ela a esposa dele armou tudo nao tive reacao fiquei olhando de pau duro o cara tem um pau duas vezes maior que o meu ela nunca gritou e gemeu daquele jeito comigo me senti um trapo fiz de conta que nem vi quando voltaram eu disse que iriamos embora no outro dia pois tinha negocios pra resolver ela concordou a noite tentei comer ela mais ela nao quiz sai pra fora e camihei ate o lago sr antonio veio atraz e ficamos conversando sem deixar ele saber que eu vi tudo pois estava humilhado eu senti tesao ao lembrar da cena ele me pediu para ver meu pau estranhei mais ele disse que queria me chupar vi ali a chance de me vingar sem jeito eu neguei mais ele pegou no meu pau e abocanhou tudo dizendo meu gostoso comi sua mulher mais queria era te dar naquele escuro via so o vulto dele me chupando entao senti meu pau endurecer ele lambia eu ja nao aguentava mais nunca tinha feito isso com homem ele se virou e eu comi o cuzinho dele ele senou em cima de mim e com a mao acariciava meus graos e passaca o dedo no meu cu eu estava gostando ele tentou me comer mais nunca dei e ele era pauzudo demais depois de um tempo resolvi experimentar ele cuspiu no pau e veio empurrando quando entrou a cabeca senti tanto tesao que me abri e ele pois tudo doeu muito mais ele nao parou ate colocar tudo eu estava quase gozando ele tirou e pediu pra chupar ele me chupava e esfregava o pau duro na minha cara entao eu bati uma pra ele e gozamos depois como se nada tivesse acontecido voltei pra casa abracei mimha esposa no outro dia despedimos deles e fomos embora nois nunca haviamos trido um au outro la fizemos tudo eu sabia dela e ela nao sabe do que eu fiz ate hoje nunca esqueci a cena dela com outro e me mastuebo de lembrar a transa minha e aquele cara que alem de comer minha esposa me comeu tambem. Passei gel no cacete e pincelei a racha de cima pra baixo, de baixo pra cima , ajeitei a cabeça na entrada e a bucetinha foi se abrindo e meu pau foi entrando bem devagar, foi entrando até a metade, até no anel que é o cabaço, dali pra frente não entrava, pois sempre que eu tentava ela se mexia, fiz um vai e vem gostoso sempre bem devagar, apreciando minha rola entrando e saindo naquela racha apertada ao mesmo tempo macia e umida, quando tentava enfiar o pau todo ela mexia a bunda pros lados, e eu ficava com o pau na mão, recomeçava a brincadeira, metia devagar, depois mais rapido até que gozei gostoso, durante o resto do dia tentei mais 4 vezes, e ela sempre tirava a bunda pro lado quando eu tentava botar tudo, dai eu gozava só com a metade do pau dentro, não me preocupei pois amanha … amanhã será outro dia.

Banhos tomados todos arrumados lá vamos nós pela estradinha do sitio que liga ao vilarejo, no caminho vão se juntando a nós Tio Paulo, Tia Josefa, primo picudo e gostoso Bené, Sr.

Perguntei ao Gabriel: vc bate muita punheta Gabriel? Ele disse: as vezes sim no banheiro eu vejo vídeo no celular.

Ver Informações